sábado, agosto 04, 2012

Falso site do Groupon

Todos os dias, vemos novos golpes surgindo na internet. Os ladrões virtuais nunca desistem e estão se aperfeiçoando na arte de enganar as pessoas.Uma das mais usadas atualmente, envolve o nome de um dos maiores sites de compras coletivas, o Groupon. A estratégia é atrair a atenção das pessoas através de um site que lembra muito o original e fazer com que elas insiram seus dados de cartão de crédito e outros.

Veja como eles agem e, na dúvida, desconfie.
1) A estratégia sempre começa com um e-mail bem parecido com os originais, do Groupon. Nele, os preços e produtos chamam atenção.
.
.
.

2) Ao entrar no site, você não percebe nenhuma diferença. As fontes, imagens e disposição dos anúncios são idênticas às utilizadas no site original do Groupon.
.
.
.

3) Ao ver o preço baixo de um produto, a primeira coisa que o usuário faz é verificar o endereço do site. Normalmente, eles usam nomes bem parecidos com os originais, mudando algumas letras para tentar iludir o possível comprador, mas este não é o caso deste exemplo. O endereço pode realmente confundir.
.
.
.

4) O golpe começa a ser descoberto quando o usuário resolve comprar o produto, clicando em “Compre agora”. Ai clicar, o usuário é conduzido à uma página em que precisa preencher os dados de compra. Se ele estiver afoito para aproveitar o pouco tempo que resta para comprar, vai fornecer os dados sem prestar atenção a dois detalhes muito importantes: a página não é segura e não aparece o campo para preencher o e-mail e senha para quem já é cadastrado no Groupon.
Site falso
Site original
.
.
.

5) Observe que no site original do Groupon, você pode clicar no ícone do cadeado, ao lado do https e verificar que ele é um site seguro. No falso, você não encontrará este ícone.
.
6) Além disso, ainda na página em que o produto é apresentado no site falso, você consegue encontrar alguns detalhes que divergem do site original, como os links das cidades que aparecem no canto direito da tela. Ao clicar, ele leva a uma página de erro.
.O número de pessoas enganadas com este (e outros) golpes está crescendo. Se você encontrar algum destes, pode denunciar no e-mail:crime.internet@dpf.gov.br – canal centralizador dessas denúncias na Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal.

0 comentários:

Postar um comentário