terça-feira, agosto 02, 2011

Green Information Technology - TI verde


 Nesta postagem de Hoje, Quero lhes dizer o quanto é importante a TI verde nos dias de hoje, alias preservação ambiental é o tema mais abordado ultimamente... a algum tempo ja trabalho com Educação Ambiental e Inclusão Digital sempre em conjunto, os amigos do Coletivo Jovem, e vejo o quanto e importante ser tecnologicamente " verde" . 

Ja sofremos tantos problemas por causa da ignorância dos seres humanos " captalistas",que consomem as florestas e todos os recursos naturais que Acredito deus nos poe, enquanto toda essa tecnologia deveria ser usada para algo realmente produtivo alem de produzir bombas e aquelas demagogias todas ,blablabla..

Fato é , Muitos Ambientalistas se utilizam da tecnologia para se atualizar, e muitas vezes realizar suas manifestações seja elas virtuais ou não. Focando  em nosso topico principal o que é TI verde?A TI verde surgiu para transformarnossas práticas mais sustentáveis, fazendo com que o uso dacomputação se torne menos prejudicial ao meio ambiente.

O principal objetivo da TI Verde éreduzir os impactos das tecnologias, na produção, no uso e nodescarte dos equipamentos. Também promover a inclusão digital e aredução do consumo de energia.
Essa nova idéia entrou no rol dascinco maiores preocupações das grandes empresas no mundo. Por isso,nos dias atuais muitas empresas que trabalham com equipamentoseletrônicos estão se conscientizando e adotando as praticas da TIverde, passando a fabricar produtos sem ou com pouca substância quepoluem o ambiente, e também utilizando componentes de materialreciclável. Existem aquelas que estão adquirindo equipamentos queconsome menos energia e fazendo a utilização de papel reciclado,reduzindo também o índice de impressão.

Uma boa iniciativa dessa praticaverde é o descarte inteligente de materiais eletrônicos, que nãodevem se jogados em aterros sanitários comuns para que não haja orisco de contaminação do solo e da água.
Outra iniciativa que vem ajudandobastante é a criação de produtos que podem ter um tempo de usomaior, é o que acontece na virtualização. Esse recente movimentonas indústrias de computadores pode solucionar um pouco o problemadiminuindo o acumulo de lixo eletrônico, pois a implantação dessesistema aumenta a eficiência dos processos computacionais fazendocom que o aparelho dure mais sem perder a produtividade. 
Asutilizações da virtualização começaram a ser parte essencial dalista de todas as grandes empresas de TI.

Os programas estão tendo um grandeprogresso na otimização do processamento, diminuindo as operaçõesno momento de realizar cada tarefa, ou executando todas juntas paraeconomizar energia por mais tempo.
A tecnologia verde está relacionadatambém com modo que recebemos energia em nossas residências e ajudano controle da emissão dos gases tóxicos que são liberados pelosmeios de transportes.
A TI Verde é uma tendência mundialveio para tentar mudar o cotidiano e o habito das pessoas atravésde idéias ecológicas, conscientizando a todos que o mundo precisade ajuda.

TI Verde em Empresa

 Existem três níveis das praticas de TI Verde e podem ser dividasem:

TI Verde de incrementação tática: medidas decontenção de gastos elétricos são incorporadas, sem modificar aspolíticas e a infra-estruturada da tecnologia da informação. Paradeixar mais claro podemos citar o controle de energia deequipamentos que devem ser desligados quando não foremutilizados.

TI Verde Estratégico: Um estudo sobre ainfra-estrutura e o meio ambiente deve ser feito, para que sejapossível introduzir meios de produção ecologicamente corretos. Umexemplo disso são os sistemas computacionais que consomem menosenergia.

Deep IT (TI Verde "a fundo"): Como o nome jádiz é uma implementação mais ampla, onde são utilizados projetosestruturais de um parque tecnológico tentando aumentar o desempenhogastando pouca energia. Como programas de sistemas de refrigeração,iluminação e distribuição de equipamentos no local baseando-se nosníveis anteriores.

Marketing Verde


 O Marketing Verde é um meio inovador de propaganda que tem oobjetivo de promover a imagem da empresa. Essa pratica nova permitea empresa mostrar para seus clientes, fornecedores, funcionários epara toda sociedade, um conjunto de procedimentos que visam aresponsabilidade sócio-ambiental, através de ações ecológicas,projetos sociais e sustentabilidade do meio ambiente.
Este é usado como ferramenta de controle na administraçãoambiental, e pode ser considerado um grande parceiro no trabalho depreservação da natureza.

A "propaganda verde" traz para a empresa características que sãofundamentais no mercado consumidor, refletindo para todos umbom  exemplo de comportamento consciente, provocando ointeresse da sociedade em utilizar produtos ou serviçosecologicamente corretos, assim a empresa consegue segurar seusclientes e conquistar novos.

A visão de mercado mudou, para que a empresa seja bem vista, elaprecisa atuar de forma responsável, tendo um comprometimento maiorcom o meio ambiente, para garantir seu espaço no mundo globalizado,além de mostrar um diferencial competitivo.
Para finalizar podemos dizer que o marketing verde se tornou umaliado na preservação da natura e no consumo consciente.

Você sabe o que é Greenwashing?

Com a sustentabilidade (ainda) em alta, o marketing verde traz não apenas consequências positivas, mas também novas formas de manipular informação em favor próprio. Este é o caso do greenwashing, que muita gente ainda nem ouviu falar, mas que já causa polêmica no mundo corporativo.
.
Greenwashing por Robert Carter
.
Juro que, por dedução lógica instantânea, pensei se tratar de lavagem de dinheiro. Mas é bem diferente: é um neologismo que resume algumas antigas práticas de desinformação disseminada por uma organização, ou seja, manipulação de alguma informação de forma a favorecer a imagem da empresa – geralmente com relação ao meio ambiente.
.
“Greenwash não inclui apenas informações enganosas, mas principalmente o ato malicioso de aumentar a importância de fatos irrelevantes e disfarçar uma fraca atuação ambiental [...] vem sendo usado por ambientalistas para nomear práticas de ‘responsabilidade ambiental’, promovidas por empresas, que não passam de ações de marketing não vinculadas à estratégia do negócio. [...] Em um mundo em que a ‘Economia Verde’ e as boas práticas de sustentabilidade ganham importância na decisão dos consumidores, e em que boa parte dos ativos das empresas é intangível, parecer ‘verde’ é cada vez mais importante”¹
(Fábio Bazanelli)
.
Encontrei um case ótimo descrito neste blog, entretanto o autor parece confundir greenwashing com marketing verde. Marketing verde é aproveitar-se e investir nas ações que podem gerar imagem positiva para a empresa por sua atuação real em favor do meio ambiente. Greenwashing já é algo como dar uma árvore, cortar dez e divulgar que ajuda o meio ambiente porque plantou uma (omitindo o corte das dez). Confira o exemplo:
.

“a Ford lançou a SUV Hybrid em 2004, que usava o combustível de forma mais “verde” – mas “esqueceu” de avisar aos consumidores na propaganda que só produziria 20,000 unidades por ano, quando sua produção da nada ecológica linha das F-1000 e afins era de mais de 80,000 por ano. Ou seja, o “carro verde” da Ford era apenas uma parte da história publicitária, a parte que lhe convém mostrar e que joga para debaixo do tapete todo o péssimo posicionamento em emissão de carbono que seus carros possuem. A Ford produziu na verdade uma ação marketeira de greenwashing, pura e simples”

.

Podemos até classificar como greenwashing, mas é preciso ter em mente que não há a mesma demanda para haver produção equivalente. Carros com fontes de energia alternativas, como os elétricos, engatinham há muito tempo, com carros-conceito que só recentemente começaram a ser fabricados. Ainda é cedo pra determinar sua aceitação, o crescimento da demanda e declará-lo um substituto dos irmãos emissores de CO²..

Espero que tenha abordado o assunto sem nenhum desentendimento e apologias a determinadas politicas de conceitos, Vamos customizar seu background então ? 

Wallpaper TI VERDE 

 

Videos TI verde 



Fonte:¹ BAZANELLI, Fábio. Revista RI, n.º 128. Rio de Janeiro: IMF editora. Dezembro de 2008.

Espero que tenham gostado. Forte abraço []s 

Um comentário:

  1. Muito legal esse Blog. Posso Usa-lo como base de Estudos para um trabalho na faculdade?

    ResponderExcluir