sábado, novembro 08, 2008

O sedentarismo

O sedentarismo pode ocasionar sérios problemas para a nossa saúde, e é por isso que a atividade física é fundamental, principalmente para o bom funcionamento do nosso coração. Disso todo mundo já sabe. No entanto, novos estudos apontam outros benefícios trazidos por qualquer tipo de exercício físico, e o principal deles é o nosso bem-estar psíquico. Segundo as novas conclusões, apenas 20 minutos de atividades semanais ajudam a reduzir problemas como a angústia e o estresse.

Investigadores do departamento de Epidemologia e Saúde Pública da Universidade College London, Reino Unido, examinaram dados precedentes da Pesquisa Escocesa de Saúde, realizada em 1995,1998 e 2003. Essa investigação verificava o tipo de atividade física que os entrevistados realizavam e os hábitos saudáveis e não saudáveis praticados por eles. Depois a pesquisa relacionava essas respostas com as de outras perguntas sobre ao grau de felicidade, a presença de sintomas de ansiedade e problemas relacionados ao sono. Assim, foi possível avaliar o estado mental dos entrevistados.

Após analisar as respostas de quase 20 mil pessoas, mais de 3 mil demonstraram apresentar algum sintoma de mal-estar ou angústia. Elas não faziam qualquer atividade física, o que provou que um simples exercício diminui os riscos de a pessoa apresentar esses problemas psíquicos.

Vinte minutos por semana dedicados a tarefas do lar ou prática de esportes são suficientes para fortalecer a saúde mental. A pesquisa revela que quanto mais tempo dedicado às atividades físicas ou maior a sua intensidade, mais benefícios se observam. Assim, uma simples arrumação da casa ou um cuidado com o jardim, por exemplo, supõem uma redução do risco de desenvolver mal-estar de 13 a 20%, enquanto práticas esportivas diminuem em 33% essa probabilidade.

Os autores do estudo ainda explicam que os benefícios da atividade física sobre a saúde mental parecem ser independentes de outros fatores, como ter alguma outra doença, estar obeso ou fumar, apesar de essas variantes reduzirem os efeitos benéficos do exercício.

O grupo de estudiosos também analisou como a prática de algum exercício influenciava a saúde de um grupo de 1293 pessoas com doenças cardiovasculares. Nesses indivíduos, embora o trabalho doméstico não tenha ajudado a melhorar a sua saúde mental, uma atividade física mais intensa reduziu seus sintomas de angústia e mal-estar.

Finalmente, os investigadores apontam que algum esporte mais intenso pode acarretar outros componentes positivos para o estado psicológico da pessoa, como um maior convívio social ou o desenvolvimento de alguma habilidade.

fonte:

0 comentários:

Postar um comentário